A ÁGUIA E A GALINHA

A ÁGUIA E A GALINHA
A ÁGUIA E A GALINHA

Conheçam o meu livro: MARIA, MADALENA,AMÉLIA, CÚ.

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

CONHEÇAM-ME!

Quem sou eu? A muito tempo me pergunto e até hoje não encontrei a resposta, só sei que deixei que me roubassem a minha indentidade, fui deixando sem perceber, ou por comodismo mesmo, deixei que tomasem conta de mim, do meu destino da minha vida e quando percebi ,me vi prisioneira e totalmente dependente do meu marido em todos os sentidos. Sobre isso abordarei mais tarde. Voce deve estar se perguntando o porque desse blogger ? Trata-se de um espaço para mim e todas as mulheres violentadas para que possam colocar aqui suas dores como um desabafo, ou melhor, trata-se de um diário, um desabafo, ou seja colocar para fora as nossas dores, nossos desamores. Todas nós, tanto as mulheres ,como os homens, sofremos de sequestro da subjetividade. Trata-se de um roubo silencioso, que leva de nós acontecimentos do dia a dia, coisas que gostaríamos de fazer e alguem nos impede de crescermos em qualquer setor quer seja no trabalho ou nos relacionamentos em geral, que aos poucos nos fragiliza ,nos imposibilita de vivermos realmente como queriamos. Sempre estamos em evolução e nunca completos, precisamos crescer e quando alguem impede seu crescimento e corta as suas asas estão nos violentando em todos os sentidos. É sobre isso e muito mais o que abordaremos aqui, fique conosco, participe da nossa luta de crescimento pessoal, emocional enfim a nossa luta de libertação e recuperação do nosso eu, que daqui para a frente ninguém ira roubar de nós, nunca mais!!!

`´TABACARIA`

FIZ DE MIM O QUE NÃO SOUBE
E O QUE PODIA FAZER DE MIM NÃO O FIZ.
O DOMINÓ QUE VESTI ERRADO.
CONHECERAM-ME LOGO POR QUEM EU ERA
E NÃO DESMENTI, E PERDI-ME.
QUANDO QUIS TIRAR A MÁSCARA,
ESTAVA PREGADA NA CARA.
QUANDO A TIREI E ME VI NO ESPELHO,
JÁ TINHA ENVELHECIDO.
ESTAVA BÊBADO, JÁ NÃO SABIA VESTIR O DOMINÓ
QUE NÃO TINHA TIRADO.
DEITEI A MÁSCARA E DORMI NO VESTIÁRIO
COMO UM CÃO TOLERADO PELA GERÊNCIA
POR SER INOFENSIVO
EU VOU ESCREVER ESTA HISTÓRIA PARA PROVAR
QUE SOU SUBLIME.

FERNANDO PESSOA